Endocrinologia
e Metabologia

O Endocrinologista cuida dos transtornos das glândulas endócrinas (tireoide). As glândulas endócrinas são órgãos que secretam substâncias no sangue, conhecidas como hormônios. A Endocrinologia visa reconhecer e tratar os problemas com esses hormônios, ajudando a restabelecer o equilíbrio do organismo.

Síndrome dos
ovários policísticos

A Síndrome do Ovário Policístico, também conhecida pela sigla SOP, é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários, que fazem com que eles aumentem de tamanho.

É uma doença caracterizada pela menstruação irregular, alta produção do hormônio masculino (testosterona) e presença de micro cistos nos ovários.

Colesterol e Triglicerídeos

Colesterol e triglicerídeos são dois tipos de gordura que circulam no sangue. Eles têm funções diferentes no organismo. Os triglicerídeos fornecem energia ao corpo, enquanto o colesterol é usado para a produção de células e alguns hormônios. Entretanto, além de serem da mesma “família”, o que essas gorduras têm em comum? Os indivíduos que as possuem em excesso no organismo aumentam as chances de possuírem vários problemas sérios de saúde, principalmente as doenças cardiovasculares.

Diabetes Mellitus

A glicemia é considerada normal no sangue até 99 mg/dL, acima de 100 mg/dL já identificamos uma condição clínica chamada pré-diabetes, e quando os níveis são acima de 126 mg/dL identificamos o diagnóstico de diabetes, que deve ser confirmado através de outros exames. O diabetes mellitus pode ser classificado de 4 formas: diabetes tipo 1 ( que acontece por falência do pâncreas), diabetes tipo 2 (que é multifatorial e tem relação com resistência à insulina), diabetes gestacional e outros tipos de diabetes.

Doenças
da tireoide

Causado por uma queda na produção dos hormônios T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina) pela tireoide, o hipotireoidismo pode provocar fadiga, aumento de peso, intolerância ao frio, ressecamento da pele, queda dos cabelos, aumento das taxas de colesterol e do fluxo menstrual, além de infertilidade e depressão.

Obesidade

Caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no tecido adiposo, essa doença crônico-degenerativa e inflamatória é provocada por vários motivos. Não se trata de preguiça ou má alimentação. O fato é que, juntos ou isoladamente, esses fatores podem interferir no balanço energético do organismo, ou seja, o saldo da quantidade de calorias que você ingere versus a energia que o corpo consome ao longo do dia. Basicamente, se o balanço energético é positivo (gastamos menos do que ingerirmos), estocamos as calorias que não usamos em forma de gordura corporal, o que, em longo prazo, se acontecer dia após dia, pode levar ao sobrepeso e à obesidade.

Síndrome
metabólica

A síndrome metabólica inclui hipertensão arterial, nível elevado de açúcar no sangue, excesso de gordura corporal em torno da cintura e níveis de colesterol anormais. A síndrome aumenta o risco de uma pessoa ter ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

Além de uma grande circunferência da cintura, a maioria dos distúrbios associados à síndrome metabólica não apresentam sintomas.

Alterações
hormonais

Os problemas hormonais e desequilíbrio hormonal são muito comuns e podem provocar vários sintomas, como excesso de fome, irritabilidade, cansaço excessivo ou insônia. Alterações hormonais podem gerar várias doenças como diabetes, hipotireoidismo, síndrome dos ovários policísticos e precisam ser monitorados e tratados.